Enfermagem

O curso de Enfermagem da UniEVANGÉLICA oferece aos estudantes um ensino completo, no qual se complementam a tradição no ensino e as inovações da área. Disciplinas como Educação em Saúde e Estágios em Clínica Médica e Cirúrgica promovem uma formação dinâmica, ao mesmo tempo em que capacitam um profissional humano e qualificado para cuidar das pessoas com excelência.

Sobre o curso

O curso de Enfermagem é oferecido no período noturno, com opção de estágios supervisionados nos três turnos. Possui infraestrutura de excelência para formação do Enfermeiro generalista, competente ao exercício profissional em diferentes situações de saúde-doença e todos os níveis de atenção à saúde.  Excelente estrutura física (salas de aula, laboratórios com equipamentos e simuladores de ponta, biblioteca física e digital, com amplo e atualizado acervo (acesso ao portal de periódicos da CAPES e Elsevier) e convênio de estágios firmado em toda rede de saúde do município.  O corpo docente qualificado e experiente juntamente com sua excelente organização pedagógica conferem ao curso prestígio no campo da educação e da saúde, promovendo a aprendizagem significativa e prazerosa para formação de enfermeiros com alta credibilidade e empregabilidade no mercado.  Além de todas as vantagens apresentadas, o acadêmico tem oportunidade de participar de projetos de extensão, de Bolsas de Iniciação Científica (PBIC-Funadesp ou CNPQ), de estágios remunerados agenciados pelo IEL, CIEE, empresa Júnior e outras agências que atendam a Lei do Estágio. Conta ainda, com a oportunidade de intercâmbio com diversas Universidades do país e do exterior.

Dados do Curso

Grau: Bacharelado

Modalidade: Presencial

Regime de matrícula: Semestral

Duração: 5 anos

Turno: Noturno

Vagas: 60

Campus: Campus Anápolis

Ato Regulatório – Renovação de Reconhecimento Portaria SERES/MEC Nº. 01/2012 Data do documento: 06/01/2012 – D.O.U. 09/01/2012

“A melhor maneira de se encontrar é se perder a serviço dos outros.”

 

Mahatma Gandhi

Mercado de Trabalho

O Enfermeiro é valorizado pela alta competência para o cuidado humano. Esse profissional é membro essencial da equipe multidisciplinar de saúde, contribuindo para promoção da saúde, bem como para todos outros níveis de assistência em instituições pública ou privadas, no atendimento de baixa, média e alta complexidades.

A instituição do Sistema Único de Saúde (SUS), na década de 90, foi responsável pela implantação de novos modelos assistenciais, dentre eles a Estratégia Saúde da Família (ESF), que representa uma importante expansão do mercado de trabalho para o enfermeiro.

Apesar do expressivo quantitativo de enfermeiros no país, a concentração e a disponibilidade desses profissionais por habitante é bastante desigual e até insuficiente em determinadas regiões. Há menos de um enfermeiro para cada mil habitantes, o que representa um quarto do preconizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Os egressos do curso de Enfermagem da UniEVANGÉLICA tem apresentado alta empregabilidade no país, em áreas de atuação diversas: assistência, gerenciamento, ensino, pesquisa e gestão.

 

O Bacharel em Enfermagem pode atuar em diferentes áreas:

  • Assistência: Promoção da saúde, Instituições de saúde públicas ou privadas, atenção básica, hospitais, todos os programas do SUS, com ênfase para Estratégia de Saúde da Família;
  • Assessoria e Consultoria de serviços de saúde;
  • Gerenciamento de Enfermagem;
  • Gestão de Serviços de Saúde;
  • Home care;
  • Atuação em Entidades de Categoria (Associação Brasileira de Enfermagem, Conselho Federal de Enfermagem, Conselho Regional de Enfermagem, Sindicato dos Enfermeiros);
  • Educação em Enfermagem: Ensino Técnico; Ensino Superior;
  • Pesquisa e Extensão.

Perfil do Egresso

Enfermeiro generalista, detentor de saberes e fazeres profissionais alicerçados em princípios científicos, éticos, humanísticos e de integralidade do cuidar/cuidado do indivíduo, da família e da comunidade, em seu contexto socioeconômico, cultural e epidemiológico, atendendo os preceitos dos direitos humanos e da cidadania. Profissional crítico-reflexivo, com aguçado julgamento clínico, capacidade de comunicação, interação social, integração em equipes multidisciplinares de saúde e exercício da práxis de Enfermagem fundamentada no paradigma de promoção de saúde, bem como em visão holística, evidências científicas de alto nível, inovações tecnológicas, atendimento humanizado e segurança do paciente.

Profissional capaz de reconhecer os determinantes do processo saúde-doença, considerando o perfil epidemiológico de sua região de atuação. Competente a assistência de enfermagem sistematizada em todas as etapas do ciclo de vida, tanto na esfera individual, quanto na coletiva. Preparado para atuar no Sistema Único de Saúde (SUS), em todos os níveis de atenção à saúde (atenção básica, média e alta complexidade) e na gestão de serviços de saúde públicos e privados. Comprometido com o aprimoramento do processo de trabalho em Enfermagem, reconhecendo a importância do papel do enfermeiro nas atividades políticas e de no planejamento de saúde, bem como para transformação social, sustentabilidade, promoção da saúde e elevação da qualidade de vida da população local e regional.

Matriz Curricular

Trabalho de Conclusão de Curso

O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é componente um curricular obrigatório do curso de Enfermagem. Esse trabalho científico é desenvolvido sob a orientação de um docente do curso, durante as disciplinas do eixo de Produção Científicas oferecidas nos 8º, 9º e 10º Períodos.

No curso de Enfermagem, as modalidades de TCC são monografia ou artigo científico. O processo de construção do TCC está fundamentado na Tendência da Educação Progressista, privilegiando a aproximação do acadêmico com a realidade vivenciada durante sua formação. É da construção e reconstrução do conhecimento que emergem as questões de pesquisa.

O acadêmico durante o processo de construção do TCC recebe orientações dos docentes. Os resultados finais do TCC são apresentados e defendidos para uma banca avaliadora no Simpósio de Produção Científica do curso de Enfermagem.

O TCC é publicado no Repositório Digital Institucional (RDI-AEE) de livre acesso.

Repositório Digital Institucional (RDI-AEE)/a>

Atividades de Extensão

A prática extensionista é um dos componentes do ensino superior, constituindo uma estratégia para aproximação do acadêmico com os problemas da comunidade, oportunizando a atuação em equipe multidisciplinar e tomada de decisão para resolução integral de problemas.

As atividades de extensão constituem um dos componentes das atividades complementares, que é uma parte flexível da matriz curricular. Os eventos de extensão universitária são de iniciativa da Instituição ou do próprio Curso de Enfermagem.

O curso de Enfermagem possui alguns projetos de extensão em caráter efetivo e permanente, firmados por meio de convênio entre o Centro Universitário e Instituições parceiras:

  • Atenção básica de saúde em Campanhas Nacionais de Imunização;
  • UniCUIDAR, Ambulatório de Enfermagem do Centro Universitário.

Relatório de Atividades de Extensão

Pesquisa

Docentes e discentes do curso realizam pesquisas de diversas modalidades: TCC, Programa de Bolsas de Iniciação Científica (PBIC), Programa de Voluntários em Iniciação Científica (PVIC). Os estudos científicos visam resultados capazes estimular a reflexão e o aprimoramento das práticas de saúde.

Atividades Complementares

As atividades complementares possibilitam ampliação da formação profissional e a flexibilização curricular, abrangem: atividades de extensão, estágios voluntários em instituições de saúde, participação em eventos científicos ou culturais e outras, com vistas a complementar a formação acadêmica.

As atividades complementares devem propiciar a aproximação teoria e prática, reforçar o compromisso social e formação para cidadania, por meio da inserção do acadêmico em diversos cenários da realidade social e áreas do saber.

O curso de enfermagem tem estimulado a participação do acadêmico em atividades de iniciativa institucional e do próprio curso, como outras em parceria com diferentes instituições.

Regulamento das atividades complementares

Diretora do curso

Dr.ª Sandra Valéria Martins Pereira

Doutora em Ciências da Saúde pela Universidade Federal de Goiás. Mestre em Enfermagem – concentração do cuidar pela Universidade Federal de Goiás. Bacharel em Enfermagem. Possui Licenciatura em Enfermagem e Obstetrícia, Licenciatura em Ciências-Habilitação Biologia. Especialista em Enfermagem Obstétrica, Metodologia do Ensino Superior e em Ensino em Enfermagem. É professora adjunta e Diretora do Curso de Enfermagem do Centro Universitário de Anápolis -GO. É consultora internacional de lactação/ International Board Certified Lactation Consultant. Desenvolve pesquisas nas linhas: aspectos nutricionais, educacionais e socioculturais da saúde humana, com ênfase na alimentação de lactentes. Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE), Aplicação da taxonomia NNN: NANDA, NIC e NOC, Aplicação da Teoria do Autocuidado de Orem em diferentes especialidades, Processo de Enfermagem em obstetrícia, Saúde da mulher com ênfase no climatério.

Currículo Lattes

Ainda tem Dúvidas? Contate-nos.

Telefone: (62) 3310-6684 / 0800 603 2023

Whatsapp: (62) 99804-1737

E-mail: relacionamento@unievangelica.edu.br

Fale com a diretora

E-mail: sandravaleria@unievangelica.edu.br

Loading...